filmes de terror

Filmes de Ficção-científica

Filmes de comédia

Filmes de Aventura

Filmes de drama

Filmes de suspense

Filmes adolescentes

Filmes de ação

Clássicos

Filmes baseados em fatos reais

Filmes de Faroeste

Filmes de Animação

Franquias

Lançamentos

Filmes épicos

Filmes de fantasia

Filmes de romance

Filmes de Policial

Filmes de mistério

Filmes de Guerra

series de televisão

Notícias

Em breve

Especiais

sábado, 9 de junho de 2018

Pantera-Negra, um dos grandes lançamentos e um capitulo inédito da famosa franquia da Marvel Studios para o ano de 2018 com inovação na história e etnia diversificada de tirar o fôlego!

Bom dia meus amigos, hoje tenho uma nova crítica para vocês que é sobre um dos grandes lançamentos para o ano de 2018 que surpreendeu a todos nas bilheterias nos cinemas americanos e do mundo no seu lançamento em fevereiro deste ano, e esse lançamento é o novo capítulo do famoso universo de super-heróis que está crescendo e fazendo sucesso nos cinemas e das televisões do mundo atual, e vocês sabem do que estou falando meus caros amigos leitores, mas claro que sabem e eu convido vocês para desfrutarem da crítica, mas antes eu quero recapitular umas coisas com vocês de prosseguirmos.
A Marvel Studios está fazendo um grande sucesso no mundo lá fora que até fico impressionado, e se tornando uma das maiores franquias cinematográficas de sucesso do mundo da atualidade, e essa mesma grande franquia começou lá em baixo com o filme solo do primeiro Vingador que é o Homem de Ferro lançado no ano de 2008, e em seguida foi lançada a sequência do ano de 2010, mas a Marvel Studios não ficou presa apenas a um herói do universo, que em seguida mais dois Vingadores originais ganharam seus filmes solos, que no caso foram os famosos Capitão América e Thor no ano de 2011, mas logo no início desse universo vários personagens desse personagem foram aparecendo nos filmes solos desses heróis e ganhando destaque na trama, mas como secundários, e ao mesmo tempo foram ganhando maior importância nos filmes posteriores como é o caso do primeiro Vingadores, que com o grande sucesso os filmes solos dos Vingadores ganharam sequências nos anos de 2013 e 2014, e ainda no ano de 2015 foi lançado o segundo Vingadores que foi um dos maiores sucessos da atualidade em seguida com o primeiro do Homem-Formiga, e em 2016 ainda abriu caminho para mais dois filmes desse universo que é no caso o famoso Capitão América: Guerra-Civil e Doutor Estranho, e no ano passado tivemos mais dois filmes onde mostrou o mais jovem dos Vingadores que teve seu filme solo em 2017 e ao mesmo tempo foi um grande sucesso, e que foi um filme voltado para o público infanto-juvenil e esse mesmo herói foi apresentado no terceiro filme do Capitão América, e esse herói é o Homem-Aranha que fez grande sucesso e ainda ganhou o direito no grupo apesar de ser o mais novo dos Vingadores, e ainda nesse ano fomos apresentados ao terceiro filme do Thor que também foi um grande sucesso, e agora em 2018 temos o filme solo do novo vingador que apareceu no terceiro capitão América e que é um dos primeiros filmes de super-heróis a representar o que poucas produções de Hollywood têm coragem de apresentar nos dias de hoje.
O primeiro lançamento da Marvel Studios é o famoso Pantera-Negra que lançou em fevereiro deste ano e foi um dos maiores sucessos e conquistas do estúdio na primeira metade do ano de 2018 e uma das coisas que eu quero retratar da crítica a respeito sobre o filme é que o mesmo assim como seus antecessores faz uma grande evolução e ao mesmo tempo faz o crescimento do universo para os novos espectadores e é uma das coisas que eu vou apontar aqui na minha crítica também.
Bom para começar assim como os seus antecessores o Pantera-Negra trabalha no conceito do mundo atual, porque para aqueles que não estão entendendo o que estou falando é que muitos filmes da atualidade que falam sobre espionagem internacional, questões de fronteira de países do mundo, nos traz aquele momento do mundo atual, mas claro que o filme vem recheado com momentos de humor acompanhados com os momentos de ação, e até o filme solo do Pantera-Negra além de ser um filme de origem, também é um filme que ajuda a quebrar barreiras na qual muitos filmes de Hollywood não têm coragem de fazer, até porque o filme em si explora as origens do herói assim como explora o passado do povo do próprio protagonista o que ocasiona a expansão do universo que vem crescendo nos cinemas da atualidade.
Outro ponto positivo do filme que eu quero acrescentar na minha crítica é que o mesmo trabalha na questão do negro, porque em muitos momentos do filme a maior parte se passa no continente africano um dos continentes que passa por grandes problemas da atualidade no momento como questões de fome, miséria, guerra, problemas econômicos graves, instabilidades políticas, intolerâncias religiosas, e a atual situação da África foi um dos temas recorrentes do filme, assim como o seu passado terrível que foi no caso a exploração do continente africano e a escravidão dos africanos pelos europeus, mas claro que o filme trabalhou muito bem explorando a cultura africana e assim como a cultura do negro em outros lugares do mundo como no caso dos Estados Unidos, mas que isso foi um ponto um pouco explorado no filme até porque se concentrou mais na África e seu passado histórico até porque esse ingrediente foi um dos elementos fundamentais para a evolução e ao mesmo tempo o motor da trama do filme.
O filme foi dirigido pelo americano Ryan Coogler que é conhecido que é conhecido pelos seus trabalhos anteriores que são Fruitvale Station: A Última Parada e o sétimo filme da franquia Rocky Balboa, e com isso ele fez um grande trabalho na direção, porque assim como os seus filmes anteriores Pantera-Negra procurou mostrar a cultura do negro de uma forma fantástica, e até porque o filme em si é um dos primeiros filmes de super-heróis a trazer para as telonas e para o público um super-herói negro e ainda representando a cultura africana para o mundo dos super-heróis até porque esse lado nunca foi explorado explicitamente assim como fez um bom trabalho quebrando barreiras culturais que nunca foram quebradas totalmente, até porque o filme nos representa um elenco diversificado onde a maioria dos integrantes é composta por negros, e essa é uma das razões para eu fazer a crítica do filme, porque eu sou uma pessoa de mente aberta, que têm olhos abertos à cultura.
O filme começa com uma pequena recapitulação sobre as origens do povo do Pantera-Negra onde vemos a sua história, sua formação, sua sobrevivência com relação à escravização e a exploração dos europeus, e momentos depois somos levados para o ano de 1992 em um bairro periférico na cidade de Los Angeles, e a trama do filme vai se seguindo de forma calma, Mas claro que esse momento serviu para introduzir os personagens antes dos grandes acontecimentos do filme e um deles é o pai do herói do filme que estava em uma missão voltada para a política, e a política também é uma das partes fundamentais do filme porque ela está presente no filme inteiro, e claro que exploramos o lado politicamente do país Wakanda e suas culturas, mas como todo filme de origem de super-herói o filme focou mais nas suas origens e no país de origem do protagonista, mas claro que uma cenas antes da volta do protagonista, tivemos momentos de adrenalina e ação do Pantera-Negra, e foi de tirar o fôlego e apesar do país do herói não existir na vida real, o mesmo cumpriu o seu papel importante de representar a cultura africana, porque em muitos momentos do filme podemos presenciar não só os efeitos especiais e visuais, como também uma das coisas que chama atenção também é no figurinos em que a produção caprichou para homenagear a cultura africana.
E o roteiro em si foi uma das coisas que deu impulso para o sucesso do filme até porque ele escrito pelo famoso Stan Lee em parceria com o diretor do filme Ryan Coogler, Jack Kirby e Joe Robert Cole, porque, além disso, em uma das cenas do filme o próprio Stan Lee participou e para aqueles que não sabem essa é primeira que o grande nome dos quadrinhos da Marvel aparece em um dos filmes até porque o mesmo fez participações especiais em outros filmes da Marvel e até nos outros filmes da franquia do universo Marvel, e ainda mais A Marvel têm crescido cada vez mais como uma das editoras de quadrinhos mais desejadas pelo universo nerd, até porque muitas de suas adaptações cinematográficas conquistam logo cara o mundo inteiro e fico até impressionado como esse sucesso está crescendo e não é só nos cinemas como também na televisão.
Uma única coisa que o filme ficou devendo na sua história é a participação dos outros integrantes da equipe dos vingadores como Homem de Ferro, Capitão América, Hulk, Thor, Viúva-Negra, Gavião-Arqueiro, Nick Fury, Homem-Formiga, Feiticeira Escarlate entre outros, mas claro que tivemos a participação do agente da CIA interpretado pelo ator britânico Martin Freeman na qual o seu personagem já apareceu no filme Capitão América: Guerra-Civil, mas que no filme Pantera Negra teve mais destaque e ainda mostrou ser um personagem importante para a trama do filme do que no filme anterior, mas como sabem o filme do Pantera-Negra se passa após os acontecimentos de Guerra-Civil, e nos mostra o herói de volta ao seu país e reino para assumir o trono do mesmo após a morte do seu pai nos acontecimentos do filme anterior mencionado acima, assim como em outras produções da Marvel o filme têm como temática explorar a temática africana do universo Marvel, porque em vários momentos vão ser apresentadas questões políticas que serão importantes para acelerar o desenvolvimento da trama do filme assim como as mesmas serão importantes para a grande revelação a respeito do flashback do ano de 1992 apresentado no filme, e que a mesma vai ser responsável pela mudança de comportamento de alguns personagens, sendo que um deles é um amigo próximo do protagonista, e isso nos mostra como o ódio e a raiva são piores inimigos de uma pessoa, e que as mesmas mostram o pior de cada um de nós.
O filme teve grandes atuações como, por exemplo, do ator americano Chadwick Bosemanque interpretou o herói título, que não perdeu a garra da atuação que nos apresentou em Guerra-Civil, mas o seu personagem no seu filme solo têm um papel diferente no filme anterior que no caso é voltar para casa, e assumir o manto deixado pelo seu pai após a sua morte nos acontecimentos do filme anterior, mas mesmo ainda um herói aprendendo a ser rei e ser um vingador, mas claro que as necessidades do seu povo vão sempre vir em primeiro lugar acima das necessidades dos outros; e outro ator que ganha destaque no filme é o Michael B. Jordan que traz um clima de Hamlet para história e que faz um grande papel de antagonista principal de primeira e ainda rouba muitas cenas do filme como o vilão da história, e ainda tivemos as atuações incríveis das atrizes Lupita Nyong'o que interpreta o interesse amoroso do protagonista, e que suas cenas de luta e ainda sua personagem são de tirar o fôlego e Danai Gurira que interpreta a guarda costa e braço direito do protagonista nos momentos mais difíceis, Daniel Kaluuya interpretou um personagem que é o velho amigo do Pantera-Negra, mas que se torna o seu inimigo mais tarde na metade do filme, e ainda o filme mostrou o resto da família do herói na qual sua mãe foi interpretada pela famosa atriz americana Angela Bassett que para muitos vocês a conhecem em uma serie bastante famosa e sua irmã mais nova é interpretada pela atriz britânica Letitia Wright que para mim foi uma das melhores personagens do filme sem dúvida até porque a maioria das cenas de ação em que ela estava mostrou que a sua personagem também garra nos momentos perigosos e quando até sua família está em perigo total. E sem falar que o filme foca bastante no contexto político na história onde muitos personagens falam sobre usar o poder de Wakanda para ajudar os outros povos necessitados e outros que preferem esconder o reino para que sua segurança prevaleça por mais uns anos.
E sem falar que o filme não desapontou nem um pouco nas cenas de adrenalina e ação, e até conseguiu manter o equilíbrio nos momentos de ação e humor na história sendo que a maioria são das cenas envolvendo a irmã do Pantera-Negra, e os cenários no reino de Wakanda onde mostra os laboratórios do reino e ainda o metal que é usado na economia e da energia do país, mas o que me chamou a atenção com a história do roteiro é que o mesmo usou os problemas atuais apresentados na África, o passado de escravidão e opressão dos colonizadores europeus com os africanos, e a situação do negro dos dias de hoje foram os grandes motores da história, e esse é mais um motivo porque os filmes da Marvel estão conquistando o público, porque os mesmos sabem equilibrar os momentos da história nos roteiros em que são escritos durante as filmagens do filme, para que um filme faça sucesso o mesmo elementos importantes que são: uma diretor que se identifica com o projeto, um roteiro que tenha uma história com coesão e sentido e uma equipe que se identifica com o projeto. Porque uma das razões para muitos filmes e franquias cinematográficas serem abandonados ou terem dado certo é por conta da ausência desses três elementos citados acima, e eu até já mencionei para vocês que o próprio Stan Lee é um dos roteiristas e um dos maiores colaboradores do universo Marvel e por conta dessa influência que ele tem nos filmes, os mesmos dão certo por conta do seu grande envolvimento com os projetos.  E ainda os efeitos especiais e visuais que dão aquela sensação de estilo futurista do Reino Wakanda é uma das melhores coisas do filme e ainda um dos melhores cenários do filme é um laboratório super secreto de tirar o fôlego, e ainda uma das cenas de ação do filme foi conta do envolvimento desse laboratório, e ainda os veículos do filme são incríveis, isso pra nos mostrar que não capricharam no roteiro, na coreografia, nas roupas, mas também nos efeitos especiais e visuais.
E um dos personagens que teve pouco envolvimento em tela foi o ator Andy Serkis que interpretou grandes personagens nas franquias cinematográficas de grande sucesso como Star Wars e sendo que já apareceu no universo Marvel que é no caso do filme Vingadores: A Era de Ultron, mas seu personagem no pantera foi uma espécie de antagonista secundário onde o mesmo foi descartado na primeira metade do filme, para o vilão principal entrar em cena, e na segunda metade do filme somos revelado o que aconteceu naquele prédio no ano de 1992, e do que se tratava, mas eu não contar nenhum spoiler, porque mesmos precisam assistir o filme para entender e para aqueles que já assistiram sabem do que eu estou falando, certo? E ainda o filme acertou em juntar a realidade dos dias de hoje com a ficção do filme, porque em muitos vemos muitos personagens de Wakanda que não gostam do passado e da superioridade dos povos de maioria branca no poder, e nos mostra uma espécie de revanchismo ou até ódio contra uma cultura que dominou o seu povo no passado, e é um dos temas atuais que o filme explora bastante na história do mesmo.
E nos momentos finais do filme foram cheios de pura ação e adrenalina, e ainda tivemos uma luta entre dois panteras negras que foi uma luta de laço de sangue e a mesma resultou no que chamamos um grande final com chave de ouro, e ainda nos deixou todos desejando para mais um filme do herói, e para mim o filme nos trouxe pela primeira vez um super-herói com cultura e raízes do continente africano, e ainda o mesmo trouxe muitos problemas atuais que eu citei como motores da trama, e ainda tivemos um grande desenvolvimento dos personagens principais, e ainda o filme se saiu muito bem por conta que acertou no diversificação de etnias, e que o mesmo explorou mais a fundo a questão da África, e como sempre a Marvel sempre usando as tramas atuais e misturando elas com histórias de espionagem com super-heróis e ainda a mesma expandindo e inovando a mitologia e universo a cada filme que lança. E ainda mesmo com a ausência de personagens conhecidos da Marvel o filme se sai muito bem como uma sequência e ao mesmo tempo um filme solo nos apresentando novos personagens e novas tramas para as sequências seguintes daqui pra frente.
O filme é dirigido pelo diretor americano Ryan Coogler com o roteiro escrito por Stan Lee em parceria com o diretor do filme Ryan Coogler, Jack Kirby e Joe Robert Cole, no elenco do filme estão: Chadwick Boseman, Michael B. Jordan, Lupita Nyong'o, Danai Gurira, Daniel Kaluuya (da serie Skins UK e do filme Corra!), Letitia Wright, Angela Bassett (das series American Horror Story e 9-1-1)  , Andy Serkis, Forest Whitaker, Martin Freeman, Sterling K. Brown, Florence Kasumba, John Kani, Isaach de Bankolé, Atandwa Kani, Sydelle Noel, Shaunette Renée Wilson, Lucy Hockings e David S. Lee.

Avaliação do filme:
Nota:9,3/10,0
Extra Large Movie Poster Image for Black Panther (#1 of 23)
Vejam as imagens do filme abaixo:
Extra Large Movie Poster Image for Black Panther (#3 of 23)
Extra Large Movie Poster Image for Black Panther (#2 of 23)
Black Panther Movie Poster
Extra Large Movie Poster Image for Black Panther (#21 of 23)
Resultado de imagem para Black Panther 2018 posters
Black Panther (2018) Poster 2 by CAMW1N
Resultado de imagem para Black Panther 2018 posters
Resultado de imagem para Black Panther 2018 posters
Extra Large Movie Poster Image for Black Panther (#4 of 23)
Extra Large Movie Poster Image for Black Panther (#5 of 23)
Extra Large Movie Poster Image for Black Panther (#6 of 23)
Extra Large Movie Poster Image for Black Panther (#7 of 23)
Extra Large Movie Poster Image for Black Panther (#8 of 23)
Extra Large Movie Poster Image for Black Panther (#9 of 23)
Extra Large Movie Poster Image for Black Panther (#10 of 23)
Black Panther Movie Poster
Black Panther Movie Poster
Black Panther Movie Poster
Extra Large Movie Poster Image for Black Panther (#14 of 23)
Extra Large Movie Poster Image for Black Panther (#15 of 23)
Resultado de imagem para Black Panther 2018 posters
Espero que gostem da nova postagem, e para aqueles que estão animados finalmente com a crítica do filme Pantera-Negra, em breve teremos mais uma crítica de mais um filme da Marvel que é o esperado Vingadores: Guerra Infinita.
Resultado de imagem para Avengers: Infinity War 2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário