filmes de terror

Filmes de Ficção-científica

Filmes de comédia

Filmes de Aventura

Filmes de drama

Filmes de suspense

Filmes adolescentes

Filmes de ação

Clássicos

Filmes baseados em fatos reais

Filmes de Faroeste

Filmes de Animação

Franquias

Lançamentos

Filmes épicos

Filmes de fantasia

Filmes de romance

Filmes de Policial

Filmes de mistério

Filmes de Guerra

series de televisão

Notícias

Em breve

Especiais

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Frequency, nova serie sobrenatural de ficção-cientifica do canal The CW de famoso Jeremy Carver, baseada no filme sobrenatural de ficção-cientifica sobrenatural policial Alta Frequência, lançado no ano 2000!

Bom dia, meus amigos, hoje tem uma nova crítica para vocês da nova serie do canal aberto americano The CW, que é um dos lançamentos da Fall-Season 2016-2017 do canal, que é um remake televisivo do filme Alta Frequência da New Line Cinema, lançado no ano 2000, nos cinemas, o filme foi dirigido pelo diretor Gregory Hoblit, e com o roteiro escrito por Toby Emmerich, e até no blog, eu fiz a crítica do filme, a adaptação televisiva Foi encomendada pelo canal aberto americano The CW.
Para quem viu o filme de 2000, além de ser um filme de ficção cientifica e policial, estrelado por James Caviezel e Dennis Quaid, também é um com relação familiar, ou seja, uma relação pai e filho, que se estende nas linhas dimensionais temporais, e também é um filme sobre viagem no tempo, e com estilo Efeito Borboleta de tirar o fôlego, para aqueles que adoram filmes e series com está mesma temática, então vão adorar a adaptação televisiva do filme, que estreou nesta quarta-feira, dia 5 de outubro de 2016, no canal The CW, e a serie têm o comando do famoso Jeremy Carver (das series de fantasia, suspense e terror Supernatural e Being Human US).
Jeremy Carver e a Warner Bros ressuscitaram o filme lançado em 2000 em formato de serie de televisão, ou seja, a adaptação televisiva vai ter um formato de serie policial que envolve relações familiares com a temática sobrenatural de ficção cientifica, mistério e suspense, porém algumas coisas serão diferentes no remake televisivo do canal The CW, entre elas está na relação familiar na serie que, por exemplo, é um dos pontos de diferença do filme para a serie, e vou lhes o que é!
No filme lançado no ano 2000, explorou o relacionamento entre pai e filho relacionado com o fenômeno das dimensões temporais, com a história do famoso efeito borboleta que nós conhecemos, e que já vimos em outras produções cinematográficas e televisivas, na serie o relacionamento familiar que vai ser explorado na serie vai ser de pai e filha, que dizer é o movimento “Girl Power”, que dizer é uma relação que é um pouco explorada em outras produções e que vai ser o ponto central da adaptação televisiva do canal aberto americano The CW comandado por Jeremy Carver.
O episódio-piloto da serie começa com a protagonista, narrando à história a respeito de seu pai que era um policial que trabalhava disfarçado, e ao entrar nesse trabalho, ele perdeu seu casamento, e também ficou com uma péssima reputação, para os policiais na cidade de Nova Iorque, e quem mais se decepcionou foi sua própria que o via como um herói e tinha uma relação muito próxima com ele. Mas tudo muda quando o trabalho dele o torna mais fechado, e isso faz com que sua esposa Julie se separe dele, e perder a confiança da sua filha, e deixando a jovem decepcionada com o pai, pelo que ele se tornou com o trabalho disfarçado da policia, e essa imagem é de um corrupto, a serie nos primeiros minutos é mostrar uma jovem que tinha problemas de perdoar o pai pelo que fez a ideia da serie é nos mostrar como as relações podem se complicar em um simples problema na polícia, desde que o pai morreu, ela o via como um homem mau, corrupto, até nos primeiros minutos do primeiro episódio nos dá impressão do que ela pensava no pai, antes dos acontecimentos do rádio.
Os primeiros minutos do episódio-piloto mostra a personagem contando a história do seu pai para seu noivo Daniel, uma coisa que ela nunca contou a ninguém, nem mesmo para seu amigo Lênin, que dizer ela era uma pessoa que perdeu a fé na pessoa que mais amava, por coisas que ele fez, por causa do seu trabalho disfarçado da polícia, e qualquer coisa que ela falava do pai, ela ficava séria, como se ela gostasse de falar aquilo, uma coisa que deixou incomodada, também não para culpa-la, porque ela se espelhava no pai dela que era um ótimo homem que cumpria a lei, e tudo foi por ralo abaixo, quando ele foi assassinado, e visto um policial corrupto e um homem mau por sua filha.
Muitas diferenças podem notar do filme do ano 2000 para o remake televisivo do canal aberto americano The CW, comandado por Jeremy Carver:
1) A primeira é que o protagonista do filme é um garoto e sim era policial, já na serie do canal The CW, é uma protagonista e também é policial.
2) Existe uma diferença nos papeis dos pais dos protagonistas nas duas versões, no filme de 2000, o pai do policial é bombeiro diferente do filho que se tornou policial no futuro, já na serie televisão o pai da protagonista é policial no passado assim como a filha no futuro.
3)  E também existem diferenças enormes na família dos protagonistas, na versão do filme de 2000, a família do rapaz é uma família unida, onde pais moravam juntos, ou seja, eram felizes no casamento; já no remate televisivo do canal The CW, os pais da protagonista são divorciados devidos, ao distanciamento do pai, devido ao seu trabalho disfarçado na polícia em uma operação perigosa.
4)  O fenômeno das linhas temporais acontece de formas diferentes das duas versões, por exemplo, no filme de 2000, o fenômeno acontece através da Aurora Boreal, já na serie de televisão acontece através de um raio atingindo uma antena do rádio do pai da protagonista, mas ambos acontecem por meio de fenômenos naturais.
5)Existe outra diferença no filme para a serie de televisão que nos está linhas temporais em que os protagonistas que se comunicam, no filme de 2000, pai e filho se comunicam em linhas temporais de 30 anos, ou seja, 1969 e 1999, já na serie de televisão pai e filha se comunica em linhas temporais de 20 anos, ou seja, de 1996 e 2016.
6)Outra diferença está na diferença como os pais dos protagonistas morreram antes deles o salvarem os visando pela comunicação do rádio deles; o Frank no filme de 2000 morreu em um incêndio quando tentava salvar a vida de uma criança, já o Frank na versão televisiva foi assassinado em uma missão em que estava infiltrado como um corrupto, mas ambos foram mortos em seus serviços de trabalho e foram salvos pelos avisos de seus filhos no futuro.
7) A vida amorosa dos protagonistas das versões do filme e da serie de televisão são diferentes também, no filme de 2000, o protagonista no começo levou um fora de sua namorada de longa data e estava passando problemas de relacionamento com ela, já na serie de televisão a protagonista têm namorado, e que episódio-piloto se tornou logo noivo dela, e estava a ponto de conhecer os pais dele, mas grande semelhança da vida amorosa dos protagonistas mudou com o efeito borboleta, fazendo com que ambos nunca tivesse tido um relacionamento.
8) Outra diferença do das duas versões é que os pais dos protagonistas davam respostas diferentes do passado para o futuro da forma como eles davam presentes para seus filhos, no filme de 2000, Frank dava presentes para John na janela, já na versão televisiva do canal The CW, Frank dá presentes para Raimy enterrando as coisas no jardim como uma caça ao tesouro.
Assim como no filme de 2000, para o remake televisivo do canal aberto americano The CW, a história mistura vida familiar de pais e filhos, com fenômenos sobrenaturais e ainda envolvendo investigação de assassinatos de enfermeiras, só que a diferença é que o assassino na serie depois de cometer seus assassinatos coloca um terço junto com os corpos de suas vítimas, e a ainda assim como no filme as mães do protagonista eram enfermeiras, e foram vítimas do assassino, por causa do efeito borboleta, ao salvarem o pai deles no passado.
Ainda assim o episódio-piloto pega o espírito do filme lançado em 2000, quer dizer na serie de televisão a trama é mais voltada para os dias atuais, porque no filme se passava em duas épocas diferentes que é no final da década de 60(passado) e no final da década de 90(futuro) no século 20, já na serie se passa em dois períodos diferentes assim como no filme, só que a diferença é que na serie ela se passa nos períodos do século 20 e 21, que são os anos 1996 e 2016.
A história do episódio-piloto é a história do filme contada em um formato de serie policial em que pai e filha estarão quebrando as leis do tempo e espaço para salvarem a pessoa que mais amam de um assassino em série, que dizer é a mesma temática do filme de 2000, só que a serie vai se estender em outros níveis em que o filme de 2000, que dizer a história semelhante do filme de 2000 vai ser tipo um ponto de partida para a serie na sua 1° temporada, depois desse ponto de partida, a serie vai levar a outros lugares em que o espectador não viu no filme, que dizer as pessoas por trás da adaptação televisiva vão dar início um novo universo sobrenatural de ficção cientifica com uma mitologia que pode se estender de uma forma até antológica se eles preferirem trabalhar dessa, porque se vocês não sabem filmes e series de televisão com temática de viagem do tempo, têm muita adrenalina de muita ficção cientifica e mistério.
Também uma das primeiras impressões do episódio-piloto que podemos notar na serie, é que o elemento central da história é família, que é uma das coisas mais importantes do mundo, o que vai unir pai e filha nesse relacionamento de dimensões temporais é o seu amor que têm um pelo outro e também a serie têm como temática reconciliação, que também vai uni-los para impedir a morte de uma pessoa próxima deles, e também consertar a linha temporal no futuro.
Sobre o episódio-piloto posso dizer que a história como vou colocar bem roteirizada e bem dirigida, o episódio-piloto de Frequency foi daquele estilo de começo de pouca adrenalina, não que a serie tenha começado mal, mas para falar a verdade o episódio focou mais em mais no relacionamento de Frank e Raimy através do rádio, o episódio foi mais no descobrimento da descoberta que os dois podem conversar através das linhas temporais do espaço e tempo, e a adrenalina começa quando o efeito borboleta começa e os dois precisam impedir a morte da mãe de Raimy para que tenham um futuro perfeito.
A serie misturar caso de policia, com efeito, borboleta com parceria familiar essa é a formula da serie e essa formula em essencial vai ser trabalhada de forma uma forma semanal em que pai e filha vão trabalhar juntos para pegar o assassino que está matando as enfermeiras da cidade de Nova Iorque, e isso em linhas temporais em um distância de 20 anos, da vida deles, que dizer é uma coisa que merece ser muito explorada, nada contra adaptações televisivas de filmes famosos, porque uma das series que é uma comentadas e famosas no momento é um remake televisivo, vocês já sabem que serie, eu estou falando NE, não sabem então vou lhes explicar, essa serie que estou falando é famosa serie Teen Wolf da MTV, que é remake televisivo de um filme anos 80, “O Garoto do Futuro”, a serie começou da mesma forma que Frequency, com um episódio-piloto do mesmo estilo da nova serie, mas a serie deu volta por cima, porque de um adaptação televisiva de uma comédia-fantasia dark, para uma dramédia de mistério, suspense e terror da MTV com o estilo da serie Buffy: A caça vampiros, com uma mitologia de suspense e terror assustadora de tirar o fôlego, e com um elenco talentoso que um ar de muita adrenalina para a serie, e ela vai estrear 6° temporada, mês que vem na MTV, da mesma forma que Teen Wolf começou assim, Frequency começou da mesma maneira, quem sabe com o tempo, ela não desenvolva com um tempo ainda na 1° temporada, esse estilo de Teen Wolf, e se torne uma das series mais famosas como a veterana da MTV, o que estou querendo dizer que, é que têm remake televisivo que merece uma chance, é só eles trabalharem direitinho e de forma correta, que a coisa vai frente da mesma que foi com Teen Wolf. 
A serie não poderia estar em boas mãos, para quem não conhecem a pessoa que está por trás da adaptação televisiva do filme Alta Frequência da New Line Cinema lançado em 2000, é o famoso Jeremy Carver (das famosas series de fantasia, suspense e terror Supernatural e Being Human US), para aqueles que o conhecem ele começou a sua carreira trabalhando como roteirista na 3°temporada da famosa serie de suspense e terror do canal aberto americano The CW, Supernatural, e assumiu como mente criativa e chefão a partir da 8°temporada de Supernatural até a 11°temporada (atual), além da serie Supernatural, ele é conhecido pelo seu excelente trabalho na serie de suspense e terror do canal Syfy, Being Human US, que é remake americano do Syfy da serie britânica de Suspense e terror do canal BBC Three, que durou 4 temporadas e 52 episódios.
Ou seja, Jeremy Carver é conhecido pelos fãs dos gêneros fantasia, ficção, suspense e terror, que no começo trabalhou como roteirista da 3°temporada até 5°temporada de Supernatural, depois se afastaram para trabalhar na serie do Syfy, Being Human US como chefão, mente criativa e  produtor-executivo da serie, e em 2012, voltou a trabalhar em Supernatural como chefão da serie, mente criativa e produtor-executivo a partir da 8°temporada de Supernatural até a 11°temporada da serie, e agora deixou a serie no final da 11°temporada para trabalhar na nova serie de ficção cientifica sobrenatural Frequency do canal aberto americano The CW.
E vou explicar uma coisa, para vocês que não sabem, sabem o que é? Vou lhes explicar Jeremy Carver é fã do filme Alta Frequência lançado no ano de 2000, mais uma razão para assumir o comando do projeto, ou seja, o chefão mente e produtor executivo da adaptação televisiva do canal aberto americano The CW, depois do seu sucesso nas series Supernatural e Being Human US, nos projetos anteriores em que ele trabalhou são dos gêneros fantasia, suspense e terror, e agora ele vai trabalhar em mais um projeto sobrenatural, mas desta voltado para o gênero ficção cientifica, e também com temática de dimensões temporais e viagens do tempo, e por isso, meus amigos, Jeremy Carver é a mente criativa por traz da nova serie de viagem do tempo do canal The CW, porque ele já tem experiência nos gêneros e o novo projeto do dele vai envolver muitos mistérios.
Resultado de imagem para jeremy carver
O episódio-piloto da serie Frequency foi dirigido pelo diretor Brad Anderson (do filme Chamada de Emergência), com a história original elaborada por Toby Emmerich, e com o roteiro escrito por Jeremy Carver (das series Supernatural e Being Human US).
No elenco da serie estão: Peyton List (da serie The Flash), Riley Smith (da serie True Blood), Devin Kelley (da serie Resurrection), Mekhi Phifer (da serie ER), Anthony Ruivivar (da serie Scream), Daniel Bonjour (da serie The Walking Dead), Lenny Jacobson (da serie Nurse Jackie) e entre outros que participam da produção.
Vejam a nota da serie abaixo, e depois suas imagens.
Avaliação do filme:
Nota:8,2/10,0
Resultado de imagem para frequency serie posters
E suas imagens:
Resultado de imagem para frequency serie posters
Resultado de imagem para frequency serie posters
Resultado de imagem para frequency The CW house
Resultado de imagem para frequency The CW house
Resultado de imagem para frequency serie
Resultado de imagem para frequency serie
Resultado de imagem para frequency serie posters
Para aqueles que não assistiram ao filme que deu origem à serie, vejam a crítica feita por mim sobre o filme, para vocês terem uma ideia do que é a história, antes de assistir a serie:
-https://mattheuspitanga.blogspot.com.br/2016/05/alta-frequencia-um-filme-de-acaodrama.html
Vejam a prévia do segundo episódio que vai estrear no canal aberto americano The CW, na quarta-feira, no dia 12 de outubro de 2016:

Espero que gostem da nova postagem, e até a próxima, meus amigos!

Um comentário: