filmes de terror

Filmes de Ficção-científica

Filmes de comédia

Filmes de Aventura

Filmes de drama

Filmes de suspense

Filmes adolescentes

Filmes de ação

Clássicos

Filmes baseados em fatos reais

Filmes de Faroeste

Filmes de Animação

Franquias

Lançamentos

Filmes épicos

Filmes de fantasia

Filmes de romance

Filmes de Policial

Filmes de mistério

Filmes de Guerra

series de televisão

Notícias

Em breve

Especiais

domingo, 7 de agosto de 2016

Capitão América - Guerra Civil, um dos esperados lançamentos de 2016 da Marvel, sobre um dos maiores confrontos de super-heróis!

Bom dia, meus amigos, hoje tenho uma nova crítica para vocês de um dos lançamentos de 2016 da Marvel, que é um dos filmes que traz o confronto entre dois times de heróis divididos numa batalha que vai destinar quem está certo ou errado.
O nome do filme é Capitão América - Guerra Civil, que nos traz um filme eletrizante, do tipo demais com muita ação, adrenalina, aventura, fantasia, ficção-cientifica e suspense, e posso dizer que para aqueles que adoram um bom filme de super-herói, esse é um deles, e o filme foi dirigido pelos irmãos Russo, Joe Russo e Anthony Russo.
O filme começa eventos após "Os Vingadores: A Era de Ultron", porque no início do filme, nós vemos os Vingadores, com suas missões diárias, nas linhas internacionais, o filme começa na África, onde, o grupo liderado pelo Capitão América, estão em uma missão de impedir um ataque terrorista, e posso dizer que os primeiros momentos do filme foram de muita ação e adrenalina, mas isso meus caros amigos, é só o começo de um filme de super-herói cujo o final terminou meio tenso, mas as coisas parece que vão melhorar dos filmes seguintes.
A saga dos heróis da Marvel têm tido uns toques bem realistas, desde o lançamento do filme Homem de Ferro de 2008 dirigido pelo diretor americano Jon Favreau, em que os heróis foram aparecendo aos poucos, claro que história começou com o Hulk em 2003, depois veio o Homem de Ferro, Capitão-América, Thor, Viúva-Negra, Gavião Arqueiro e entre outros mas neste filme tivemos aparições de novos heróis como o Pantera-Negra, O Homem-Formiga e o Homem-Aranha adolescente, e posso dizer que o novo homem-aranha me surpreendeu do que as versões anteriores dos franquias Homem-Aranha e O Espetacular Homem-Aranha, também no filme tivemos a aparição do falcão, A Feiticeira Escarlate e o antigo projetor do Homem de Ferro, mas nesse filme não tivemos a aparição do Thor, Hulk e Nick Fury, mas mesmo assim o filme foi muito intenso e maneiro.
Para começar o filme nos mostra os Vingadores em uma missão na África, onde apesar de impedirem novas ameaças terroristas, eles mesmo salvando o mundo, as coisas ficaram bem feias, e tensas mais do que o normal.
Após a missão ter sido um sucesso mas com um número de pessoas feridas e poucas mortas, a população dos países estão começando a ver Os Vingadores mais com uma ameaça do que os seus salvadores, que dizer meio injusto, para falar a verdade, eles são super-heróis e se não fossem por eles, o mundo teria sido destruído várias vezes, mas ai que surge o grande estopim para o grande problema que estava por vir, o subtítulo Guerra Civil que dizer que os Vingadores chegam num ponto em que as coisas ficam bem tensas, mas é claro a grande raiz do mal do filme, foi que os países e suas populações estão um pouco tenebrosos com relação aos Vingadores, claro que no filme, eles são vistos como os guardiões da Terra, mas o problema é que algumas pessoas vêm os Vingadores com um olhar de estranheza e medo, porque o filme retrata em um ponto em que já vimos bastante nos filmes de super-heróis, mas é claro que os filmes de super-heróis da nova geração estão sendo abordados de uma maneira mais dark e obscura.
Como disse acima, o grande ponto de ignição do problema do filme foi o medo da humanidade com relação com os heróis, porque é claro, como todos nós conhecemos a velha a história que as pessoas temem o que não conhecem. essa é a nova temática que os filmes de super-heróis estão fazendo, porque eles estão incorporando o realismo puro do mundo contemporâneo e o incorporando nas suas tramas darks e obscuras, claro que a estratégia é muito boa, e da uma grande dose de momentos de tensão no resto do filme, para o espectador não desgrudar do filme até o final, mas a dupla de irmãos que fizeram o filme são os verdadeiros gênios, e espero que possamos ver os nomes deles em outras produções cinematográficas e televisivas.
Nesse ponto, os heróis chegam num impasse que para eles continuarem protegendo o mundo precisam aceitar os termos das nações unidas de que vão agir sob influência do governo, uma das causas para temática do filme, foi a entrada da burocracia, que dizer, isso é mais uma coisa está muito presente no mundo ocidental.
E uma das coisas que surgem no filme é um atentado terrorista na conferência com relação aos Vingadores, e posso dizer que mais uma coisa do realismo moderno entrou para a história do filme, e fiquei impressionado de verdade.
E com isso, o governo chega a um culpado que é um dos conhecidos do Capitão América, e temos grandes cenas de perseguição de alta adrenalina envolvendo o suspeito, falcão, Capitão-América e Pantera-Negra. e foi muito show de bola, e os efeitos visuais e as coreográfias de luta foram excelentes de 1°qualidade, mas posso dizer que a trama da história foi que mais surpreendeu, porque mais uma razão do filme se chamar Guerra Civil, está no contexto que a trama está situada com os Vingadores, mas que isso é mantida em sigilo até o final, porque o resto, vocês foi tudo, como diz o ditado popular "o melhor ato para o final".
Posso dizer que além da entrada dos governos como início do estopim, também esse novo vilão sabia da situação dos Vingadores, e por isso se aproveitou dela, para se desestruturar o grupo de dentro para fora, porque é como dizem para derrotar um certo time, precisa começar a derrota eles por dentro do que por fora, porque dentro, eles ficam mais vulneráveis, quando as emoções e os relacionamentos estão expostos, para o inimigo comece o seu plano mestre de separar a equipe,
Com os Vingadores divididos em dois grupos equipe Homem-Ferro VS equipe Capitão-América, e assim começa o recrutamento para o esperado duelo de titãs, e assim tivemos momentos de muita interação entre eles o Homem de Ferro e o Homem-Aranha, foi uma das coisas que deu dinâmica ao filme um super-herói adolescente no meio de uma grande batalha de super-heróis veteranos, mas olha esse Homem-Aranha apesar de 15 anos de idade e pouca experiência no combate o crime, ele se mostrou um aliado de grande força, para o Homem de Ferro, e ainda tivemos uma grande interação entre a tia May e o Homem de Ferro, quer dizer já sabem o que vão dizer, mas é claro isso já é um rumor é claro.
E ainda no filme tivemos a aparição do Homem-Formiga, e olha que a luta foi das boas, e muitas assim posso dizer, e a feiticeira Escarlate ganhou um grande destaque na luta dos dois grupo lutando ao lado capitão-América, no que é certo, é claro, a burocracia e o mundo os dividiram porque, o filme retrata de uma queda de um grupo, em que se você desestrutura um grupo pelas suas relações, é fácil destruir esse certo grupo, e isso se chama uma coisa chamada mente sociopata que teve grande destaque no restante da trama, e posso dizer o filme também está de parabéns, pelo vilão, porque esse vilão, ele conseguiu separar os vingadores por um método simples, sem poderes ou habilidades especiais só com uma mente para enganar os outros.
Mas a batalha entre os dois grupos foi muito bacana, por isso que o filme se chama Guerra Civil por três razões burocracia, temor da humanidade e um vilão sociopata, mas voltando a batalha dos dois grupos bem intensa de tirar o fôlego, claro que não foi tão grande como dos filmes dos Vingadores 1 e 2, mas posso dizer que ela deu um grande xeque-mate para as relações dos personagens que foram divididos por essas 3 coisas, porque a história do roteiro é cheia de intrigas, de conspirações, que dá uma grande trama dark e obscura, ainda mais as pessoas que ficaram responsáveis pela direção e roteiro do filme, conseguiu dar um grande show de produção e dos bons mesmo, e não de poucos, mas dos grandes mesmos, e ainda mais a trama deu destaque principalmente aos novos heróis do mundo do dos Vingadores, e deixando os outros velhos heróis de fora da trama para dar um cheiro de carne fresca no ar, como o Homem-Aranha, o Pantera-Negra e o Homem-Formiga.
Mas podemos ver que as coisas ficaram ainda piores no final, o filme não nos deu um final feliz como nos outros filmes anteriores, o final desse filme foi mais para tenso do que os outros, e ainda tivemos a batalha épica que estava-mos esperando Homem de Ferro VS Capitão-América, dois grandes amigos que lutaram lado-a-lado, mas foram botados em lados opostos pela primeira vez nesses por razões ideológicas, mas a mensagem que o filme passou no final é que "A vingança nunca é plena, mata a alma e envenena".
E o filme termina com um aviso que apesar de divididos Os Vingadores vão voltar, porém o caminho de de erguer vai ser difícil mas como a história sempre nos ensina, os grandes impérios voltam a ser erguer, como uma fênix que renasce das cinzas, e essa é a mensagem central do filme.
O filme foi dirigido pelos irmãos Russo, Joe Russo e Anthony Russo. e o roteiro foi escrito por  Christopher Markus, Jack Kirby, Joe Simon e Stephen McFeely, e no elenco do filme temos:Chris Evans,Robert Downey, Jr.,Sebastian Stan,Elizabeth Olsen,Anthony Mackie,Tom Holland,Paul Rudd e entre outros que participarão da produção, vejam a nota do filme abaixo.
Avaliação do filme:
Nota:8,6/10,0

E suas imagens:







Espero que gostem da nova postagem, e até a próxima, meus amigos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário